domingo, 15 de abril de 2012

8 meses se passaram e a vida em Toronto…

O começo foi bem difícil.

A gente pensa que a adaptação é rápida, que serão muitos amigos, que choverão oportunidades…
Mas a bem da verdade é que nos vemos sozinhos, obrigados a olhar para nós mesmos e encaramos a maturidade.

Como já era de se imaginar, estou bem mudada. Fisicamente, emocionalmente, intelectualmente, espacialmente.

Aqui vivemos tempo de cachorro. Um dia é como se fossem 7.
Então as experiências são a flor da pele…

Muitas descobertas, muita cultura, muita festa, muito inglês!

É engraçado como nesse tipo de viagem a gente se torna outra pessoa. Talvez alguém que gostaríamos de ser, ou alguém que não tínhamos coragem de mostrar antes. E isso nos transforma.

Não fazemos distinções das pessoas. Aqui todo mundo acaba sendo igual porque estão todos no mesmo barco. Mesmo perrengue de estudante/trabalhador, mesmas aflições, mesma solidão, mesmos olhares carentes.

É excitante e angustiante ao mesmo tempo descobrir pessoas tão incríveis, mas que vivem em outro lugar do mundo.
O que fazer com essas amizades, amores, paixões e alegrias?
Pede-se um Visto?

Se sinto falta da minha vida no Brasil?
Com certeza. Sinto falta de muitas pessoas importantes, mas gostaria que estivessem comigo aqui para desfrutarem de tudo isso.

Quero ficar, quero voltar, quero voar, quero cair no mundo, quero dinheiro para tudo isso.

Foi uma das melhores decisões que tomei na vida.

Um comentário:

  1. Claudinha Mayumidom abr 15, 10:43:00 PM

    Amo mto td isso!!! :D Amo mto minha Amiga!!! :) To morrendo d saudade!!! #voltalogo Bjux!!! :*

    ResponderExcluir

Seus comentários e críticas são bem vindos. Ofensa pela ofensa eu descarto, obrigada!